“A conclusão demonstra o que já era óbvio para dezenas de milhares de pessoas senão para o país inteiro: há um adiamento constante de decisões estratégicas e o atraso do país é o atraso à medida do bloco central”, criticou, em declarações aos jornalistas, o líder parlamenta do BE, Pedro Filipe Soares, numa primeira reação ao relatório preliminar sobre a localização do novo aeroporto de Lisboa hoje apresentado.

Segundo o líder parlamentar bloquista, “o PSD empurra para a frente, o PS empurra para a frente” e mais de uma década depois se chega “à mesma conclusão que é a óbvia”, ou seja, que “a melhor localização é Alcochete”.

“Porque é que nós esperamos tanto tempo para fazer o óbvio? É o atraso português que advém das relações do bloco central e que mostram como muitas das vezes PS e PSD são parte do problema e não parte da solução, são parte do atraso do país e que nos impede de avançar”, criticou.

Para Pedro Filipe Soares, a posição quer do primeiro-ministro, António Costa, quer do líder do PSD, Luís Montenegro, são caricatas e mostram que PS e PSD “andam a brincar com coisas sérias”.

“O primeiro-ministro diz que a decisão política vai ser entregue a uma comissão técnica independente, a comissão técnica independente decide, mas depois afinal a decisão não conta para muito e entrega tudo ao próximo Governo”, lamentou.

Quanto a Montenegro, que disse que era preciso este trabalho independente e agora anunciou que “vai criar um grupo de trabalho interno”, o dirigente bloquista apontou “um cálculo eleitoral” nestes debates que, na sua opinião, “demonstra como não estão à altura das grandes decisões”.

A comissão técnica independente identificou Alcochete como a solução com mais vantagem para o novo aeroporto, entre as duas opções viáveis, segundo o relatório hoje divulgado.

A opção que envolve o Campo de Tiro de Alcochete é identificada como a que apresenta mais vantagens, entre as duas soluções viáveis para um ‘hub’ (aeroporto que funciona como plataforma de distribuição de voos) intercontinental, segundo o relatório publicado na página da comissão técnica independente (CTI).

De acordo com o relatório preliminar da comissão técnica independente responsável pela avaliação ambiental estratégica para o aumento da capacidade aeroportuária da região de Lisboa, que estudou nove opções, são viáveis as soluções Humberto Delgado + Campo de Tiro de Alcochete, até ficar unicamente Alcochete com mínimo de duas pistas, bem como Humberto Delgado + Vendas Novas, até ficar unicamente Vendas Novas, também com um mínimo de duas pistas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.