Segundo a fonte, até ao momento foi divergido um voo e registam-se “alguns atrasos”, mas é possível que a avaria venha a “causar mais alguns problemas”.

Contactada pela Lusa, fonte oficial da TAP disse que, neste momento, a companhia tem “14 voos em terra” no Aeroporto de Lisboa e que estão impedidos de descolar “todos os aviões que não têm combustível”.

Esclarecendo que o sistema de abastecimento de combustível do Aeroporto de Lisboa “é da responsabilidade do GOP [Grupo Operacional de Combustíveis]”, a ANA remeteu para mais tarde uma previsão do restabelecimento da normalidade.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.