“A minha ideia é fazer o último mandato de Governo em 2023, aliás foi um compromisso que assumi”, afirmou, reforçando: “Só circunstâncias excecionais é que vão alterar esse compromisso”.

Miguel Albuquerque, que preside ao executivo madeirense desde 2015, falava aos jornalistas na sede do PSD da freguesia de São Martinho, no Funchal, onde votou no âmbito das eleições internas do partido, que decorrem até às 20:30.

Líder do PSD/Madeira desde 2014, Albuquerque é o único candidato à presidência da Comissão Política do partido na região para o período 2022-2024, tal como aconteceu nos três últimos atos eleitorais internos — 2016, 2018 e 2020.

“Espero que o partido se mobilize”, disse, acrescentando: “Bem sei que é uma eleição em que sou o único candidato, possivelmente pode ser a última, mas espero que relativamente ao congresso haja uma grande mobilização”.

Miguel Albuquerque sublinhou ser o “candidato natural” a presidente do Governo Regional em 2023 e reforçou que, nessa condição, esta poderá ser também a última vez que se recandidata à liderança do PSD/Madeira.

A eleição da Comissão Política do PSD/Madeira e do Secretariado decorre em simultâneo com a eleição dos cerca de 800 delegados ao XVIII Congresso Regional, agendado para 05 e 06 de março, no Centro de Congressos da Madeira, no Funchal.

Albuquerque avança com uma moção de estratégia global intitulada “Madeira Sempre”, num encontro que deverá reunir cerca de 1.000 pessoas, entre delegados, observadores e convidados.

De acordo com o regulamento do partido, só podem votar e ser eleitos os militantes que tenham as quotas regularizadas até 2021 e que se tenham inscritos no PSD até 05 de fevereiro de 2021 — cerca de 2.600 –, sendo que existem 54 mesas de voto, uma por cada freguesia da Região Autónoma da Madeira.

Miguel Albuquerque assumiu pela primeira vez o cargo de presidente do Governo da Madeira em 20 de abril de 2015, após umas legislativas que o PSD ganhou com maioria absoluta, e foi reeleito em 22 de setembro de 2019 com maioria relativa, o que motivou uma coligação governamental com o CDS-PP.

Desde que assumiu a liderança do partido em 2014, Miguel Albuquerque foi o único candidato à presidência da Comissão Política em todas as eleições internas, tendo obtido 98,2% dos votos em 2016, 98,4% em 2018 e 87,3% em 2020.

O líder do PSD/Madeira tem 60 anos (nasceu em 04 de maio de 1961) e é advogado de profissão.

Desempenhou vários cargos de chefia no partido e foi presidente da Câmara Municipal do Funchal, o município mais populoso e importante da região, entre 1994 e 2013, tendo sido eleito quatro vezes sempre com maioria absoluta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.