O projeto "Bicification" é financiado pelo Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT Urban Mobility) e tem procurado incentivar a população a adotar novos meios de mobilidade urbana. Ir de bicicleta de casa para o trabalho ou para a escola rende recompensas entre cinco a 50 euros pagos em vouchers que podem ser utilizados no comércio tradicional e espaços culturais da cidade.

O projeto estava para acabar no final de setembro, mas vai ser prolongado até dezembro e dobrar os prémios. "A iniciativa foi analisada dentro do consórcio e todos concordaram em prolongar o prazo do projeto e aumentar a remuneração. Vai passar para um máximo de dois euros por dia, o dobro do que se faz atualmente", disse a vereadora da Mobilidade da Câmara de Braga, Olga Pereira, ao Jornal de Notícias.

De acordo com dados disponibilizados pelo Município de Braga, os 500 participantes inscritos na iniciativa, percorreram 137 quilómetros. As viagens concentram-se no centro da cidade e "foi possível poupar 10,5 toneladas de co2", referiu ainda a vereadora ao mesmo jornal.

O "Bicification" é um projeto europeu que começou em junho e reúne 1500 participantes de três cidades europeias, Braga, Istambul e Tallinn. Todos os participantes utilizam uma aplicação móvel para registar as deslocações e receber informação sobre os trajetos.

Para além de motivar para a mobilidade verde, em espaços urbanos, a iniciativa quer chegar aos 100 mil utilizadores de bicicleta em 90 cidades, nos próximos cinco anos. A cidade de Braga está a aumentar a rede de ciclovias, prevendo que chegue aos 22 quilómetros nos próximos dois anos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.