O médico de Donald Trump afirmou nesta segunda-feira que a saúde do presidente dos Estados Unidos está bem, após uma revisão "planeada e de rotina", rejeitando os boatos de que o presidente sofreu uma dor no peito.

"Apesar dos boatos, o presidente não sentiu qualquer dor no peito, e também não foi avaliado ou tratado de qualquer problema urgente", garantiu o médico Sean Conley em comunicado divulgado pela Casa Branca.

"Especificamente, ele não foi submetido a qualquer avaliação cardíaca ou neurológica especializada", afirmou Conley.

Trump, 73 anos, passou cerca de uma hora no sábado no Walter Reed National Military Medical Center de Washington a realizar "revisões e exames", segundo Conley.

Versões circularam em Washington de que o checkup não estava planeado e foi motivado por dores no peito do presidente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.