2019 já começou e vem acompanhado de fenómenos astronómicos que prometem dar cor aos céus por todo o mundo.

Desde as famosas chuvas de estrelas até aos eclipses e super luas, as imagens atraem profissionais e amadores, mas a verdade é que, por vezes, nos passam ao lado.

Para que não perca nenhum dos espetáculos astronómicos que este ano lhe reserva, existe uma funcionalidade que lhe permite adicionar os eventos ao seu calendário Google.

Disponível através do seu computador, pode também ter acesso ao calendário através do seu smartphone - que ficará sincronizado com o calendário do sistema solar.

Através deste link, pode descarregar o calendário para o seu computador e escolher quais os fenómenos astronómicos que quer acompanhar em 2019.

DESCUBRA QUAIS OS FENÓMENOS QUE VAI PODER VER NOS CÉUS EM 2019

Chuva de estrelas

créditos: RUNGROJ YONGRIT | EPA

O ano começa com uma longa chuva de estrelas: as Quadrântidas.

A chuva de meteoros das Quadrântidas está a decorrer desde 28 de dezembro e prolonga-se até 12 de janeiro. O pico acontece entre 3 e 4 de janeiro, ou seja, entre hoje e amanhã.

Em comparação com a maioria das outras chuvas de meteoros, as Quadrânticas são raras porque se acredita que são resultado de um asteróide. Tendem também a ser mais fracas e com menos "brilho" no céu.

Para além das Quadrântidas, haverá outras chuvas de estrelas ao longo do ano.

Eclipse total da lua e Super lua

créditos: JEON HEON-KYUN | EPA

21 de janeiro é o dia em que acontece o primeiro eclipse total da lua mas também a primeira super lua.

Durante uma super lua, o único satélite natural da Terra aproxima-se mais do nosso planeta do que o normal. Já no eclipse lunar, a sombra da Terra cobre totalmente a lua, dando-lhe uma cor avermelhada.

Por coincidência, este ano juntam-se os dois fenómenos, criando uma "Super Blood Moon".

Mas as oportunidades de ver uma super lua não ficam por aqui. A 19 de fevereiro e a 21 de março este fenómeno astronómico volta a cobrir os céus.

Equinócio de Março

créditos: Robert Simmon/NASA

O equinócio de março é um dos dois pontos na órbita da Terra, onde o sol cria períodos iguais de dia e noite em todo o mundo. No Hemisfério Norte marca o início da primavera, enquanto no Hemisfério Sul marca o início do outono.

  • O equinócio de outono acontece a 23 de setembro.

Solstício de Verão

créditos: EPA/Nake Batev

É o início científico do verão no hemisfério norte e acontece a 21 de junho. Neste dia, o hemisfério norte é presenteado com o sol por mais tempo do que em qualquer outro dia do ano.

O solstício ocorre porque a Terra não gira verticalmente, mas em torno de um eixo inclinado.

  • Solstício de Inverno: a 21 de dezembro dá-se o início do inverno no Hemisfério Norte e o início do verão no Hemisfério Sul.

Trânsito de Mercúrio

Trânsito de Mercúrio créditos: Kevin Gill (via Wikimedia Commons)

O Trânsito de Mercúrio é o momento em que o planeta Mercúrio passa entre o sol e a Terra, "aparecendo como um pequeno disco negro em frente ao disco solar", explica o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL).

No dia 11 de novembro, o fenómeno vai durar cerca de seis horas, e será visível no continente americano.

Eclipse anular do sol

Eclipse anular do sol Wikimedia Commons

Um eclipse anular do sol acontece quando a lua se coloca entre o sol e a Terra, sem tapar completamente o sol, resultando num anel de luz em torno da lua.

A 26 de dezembro, este fenómeno será visível na Austrália, Antártica, Ásia, Médio Oriente, Europa Oriental, extremo oriente de África, norte do Oceano Índico e Oceano Pacífico, de acordo com o OAL.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.