De acordo com as equipas de socorro, pelo menos 94 pessoas perderam a vida no naufrágio da embarcação “MV Nyerere” ocorrido na quinta-feira, na zona sul do Lago Vitória, Tanzânia.

De acordo com fontes citadas pela imprensa da Tanzânia, o navio com capacidade total para 100 passageiros e 25 toneladas de mercadorias, mas algumas publicações referem que se encontravam embarcadas 400 pessoas.

O governador da região de Mwanza, John Mongella, indicou que por enquanto ainda não se pode determinar o número total de passageiros que se encontravam a bordo do “MV Neyrere” na altura do naufrágio.

O governador acrescentou que 40 pessoas foram resgatadas com vida na quinta-feira à noite mas não adiantou se foram localizados sobreviventes hoje de manhã, depois de terem sido retomadas as buscas que foram interrompidas durante a noite.

O Presidente da Tanzânia, John Magufuli, enviou condolências às famílias das vítimas mortais e desejou uma rápida recuperação aos passageiros que foram, entretanto, hospitalizados.

O navio pertence à Agência de Serviços Eletrónicos e Eletromecânicos da Tanzânia e naufragou enquanto fazia a ligação entre a península de Ukerewe e a ilha de Ukora, na zona sul do Lago Vitória, o maior do continente africano.

O lago - um importante ponto de atração turística - é rodeado pelos territórios da Tanzânia e Quénia é igualmente uma zona onde se registam vários naufrágios todos os anos sobretudo devido a fortes tempestades.

Segundo a Cruz Vermelha, em 1996, mais de 800 pessoas morreram no naufrágio do ferryboat “Bukoba” no Lago Vitória, ao largo de Mwanza.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.