“Desde esta tarde (esta manhã em Lisboa), todos os incêndios em Nova Gales do Sul estão sob controlo”, declarou um porta-voz dos bombeiros rurais de Nova Gales do Sul, congratulando-se com essas “boas notícias” após meses de crise sem precedente no país.

As chuvas dos últimos dias, as mais fortes nos últimos trinta anos, apagaram os incêndios mais importantes e controlaram os demais.

“Todos os incêndios estão agora sob controlo em Nova Gales do Sul”, disse Rob Rogers, vice-diretor do corpo de bombeiros do estado, num vídeo no Twitter.

No entanto, Rogers disse que “nem todos os incêndios estão extintos, ainda há alguma atividade no extremo sul do estado”.

No território da capital australiana, em torno de Camberra, os bombeiros ainda tentavam controlar hoje um incêndio menor.

Desde setembro, os incêndios atingiram vários estados do leste e sul do país numa área de mais de 100.000 quilómetros quadrados, maior que Portugal, e mataram pelo menos 33 pessoas.

Mais de 2.500 casas foram destruídas e cerca de mil milhões de animais morreram.

Este ano, os incêndios florestais foram particularmente precoces e intensos, devido à seca e às altas temperaturas, fenómenos alimentados pelas mudanças climáticas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.