No local, segundo o autarca, o declive acentuado do terreno e o vento inconstante estão a “dificultar a tarefa” dos cerca de 150 operacionais que foram mobilizados para o fogo que está a lavrar numa zona de mato.

No terreno estão ainda 48 viaturas e duas máquinas de rasto que abriram faixas de contenção e de acesso para os bombeiros.

Segundo Alberto Machado, o incêndio tem uma frente ativa e as perspetivas apontam para que esteja controlado “nas próximas horas”.

O fogo teve início pelas 23:25 de domingo, numa zona de mato da localidade de Soutelo de Matos, freguesia de Pensalvos e Parada de Monteiros, e pelas 01:00 entrou em fase de resolução, tendo-se verificado uma reativação às 15:30 de hoje.

“Este incêndio esteve praticamente controlado, depois houve um aumento significativo do vento, tivemos um momento preocupante também porque o incêndio estava a descer na direção da aldeia de Soutelo de Matos e a Proteção Civil Municipal, numa medida de prevenção, retirou algumas pessoas que já regressaram à localidade”, salientou o autarca.

Cerca de 10 pessoas, idosos e uma criança, foram retiradas de quatro casas, mas apenas por precaução.

Dois bombeiros foram também assistidos por inalação de fumos.

PLI//RBF

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.