“Os autocarros começaram a entrar nos bairros de Zabdiyé, Salaheddine, al-Machad e al-Ansari no leste de Alepo, sob a supervisão do Crescente Vermelho e do Comité Internacional da Cruz Vermelha para fazer sair quem falta dos terroristas e das suas famílias”, noticiou a agência.

O regime sírio utiliza o termo “terroristas” para designar os rebeldes.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.