O centro turístico reabriu praias, templos e outros pontos turísticos para visitantes domésticos no final de julho e disse que permitiria o regresso de turistas estrangeiros em 11 de setembro.

Porém, os encantos naturais da ilha vão ficar adiados por mais uns meses aos turistas internacionais.

"A situação na Indonésia não permite que os turistas internacionais visitem o país, incluindo Bali", disse o governador da ilha, Wayan Koster, em comunicado.

O comunicado não especifica quando é que Bali voltará a ser um destino internacional, mas deixa claro que não será "até o final de 2020". A reabertura exigirá "prudência", sublinho.

Tal decisão terá impacto na economia da ilha, que nos últimos meses tem vivido apenas do turismo interno.

O turismo internacional foi suspenso em abril, quando Bali começou a relatar um número crescente de casos de covid-19.

Bali registava 4.576 infeções por coronavírus e 52 mortes esta segunda-feira. Já a Indonésia soma mais de 155.000 infeções por covid-19 e pelo menos 6.759 mortes - o maior número de mortes no sudeste asiático.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.