O comediante norte-americano viu hoje o Supremo Tribunal da Pensilvânia anular a sua condenação por agressão sexual. Em 2019, Cosby foi condenado a uma pena de entre três e dez anos (cumpriu dois) de prisão por agressão sexual por um juiz da Pensilvânia.

Cosby, de 83 anos, que rompeu barreiras raciais com o seu papel de pai e médico na séria televisiva de sucesso "The Cosby Show" (1984-1992), foi declarado culpado em 2018 de drogar e agredir sexualmente Andrea Constand na sua mansão na Filadélfia.

Mais de 60 mulheres acusaram o comediante de agressão sexual, mas este foi julgado apenas pela denúncia de Constand, já que o prazo de prescrição já tinha expirado nos outros casos.

Cosby insiste que foi condenado injustamente — sendo que os seus advogados argumentaram no recurso que cinco mulheres não deveriam ter sido autorizadas a depor no novo julgamento.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.