Num comunicado conjunto, os referidos construtores automóveis afirmam que assinaram um memorando que prevê a construção a partir de 2017 de estações de carregamento “ultrarrápido” em mais de 400 locais em toda a Europa, no que constitui uma “cooperação sem precedentes entre fabricantes do setor automóvel para criar uma rede de carregamento para todas as marcas”.

Estes postos de recarregamento permitirão a todos os veículos elétricos ou híbridos recarregáveis carregar as respetivas baterias, qualquer que seja a marca, permitindo assim apoiar o crescimento de veículos elétricos no Velho Continente.

“Queremos criar uma rede graças à qual os nossos clientes apenas precisem de uma pausa para café para recarregar os respetivos veículos”, explica no comunicado Rupert Stadler, patrão da Audi, uma marca que pertence como a Porsche ao grupo Volkswagen.

Depois de um lapso de tempo em comparação com alguns concorrentes, os fabricantes alemães querem agora acelerar no setor dos veículos elétricos.

Esta tecnologia ainda não é generalizada na Europa devido ao alto preço e gama limitada de veículos, atualmente, disponíveis e à infraestrutura de recarga insuficiente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.