Em Itália, o número de contaminados e mortes pelo novo coronavírus começa a desacelerar. Portugal mantém-se, à data, com uma subida de valores longe dos cenários espanhóis e italianos que arrepiam com os hospitais lotados e os óbitos a serem cada vez mais um número demasiado grande que se repete de dia para dia.

Nos Estados Unidos, Anthony Fauci, o consultor da Casa Branca e especialista em doenças infecciosas, voltou a assumir o palco para informar que, segundo as suas prejeções, milhões de norte-americanos serão infetados pelo novo coronavírus e entre 100.000 e 200.000 morrerão.

No Benim, em África, o Presidente lamenta não ter recursos, como outros países mais ricos, para manter as pessoas em isolamento.

No Brasil, Jair Bolsonaro, como se vivesse noutro qualquer planeta, andou a passear e a falar com as pessoas nos subúrbios de Brasília contrariando todas as recomendações de distanciamento social.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.