As imagens estão disponíveis na página oficial da Marinha no Facebook.

Para o dia hoje estava prevista a utilização de equipamento da Marinha, incluindo um sonar, além de equipas cinotécnicas e de maquinaria para retirar pedras do local onde se deu o desabamento da estrada entre Borba e Vila Viçosa.

A drenagem de água da pedreira está a ser feita com recurso a duas motobombas, à qual está previsto juntar-se uma terceira durante o dia de hoje, segundo fontes da Proteção Civil.

O deslizamento de um grande volume de terras e o colapso de um troço da estrada entre Borba e Vila Viçosa, no distrito de Évora, para o interior de poços de pedreira ocorreu na segunda-feira às 15:45.

Segundo as autoridades, o colapso de um troço de cerca de 100 metros da estrada terá arrastado para dentro da pedreira contígua, com cerca de 50 metros de profundidade, uma retroescavadora e duas viaturas civis, um automóvel e uma carrinha de caixa aberta.

Na terça-feira à tarde foi retirado o corpo de um dos dois mortos confirmados, havendo ainda três pessoas dadas como desaparecidas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.