O mexicano Dámaso López Núñez, conhecido como "El Licenciado", ouviu a sentença num tribunal federal em Alexandria, no estado da Virgínia, após declarar-se culpado de tráfico de drogas a 28 de setembro.

O juiz federal Thomas Ellis, do Distrito Leste da Virgínia, decidiu que o narcotraficante, de 52 anos, deverá passar o resto da vida atrás das grades.

López Núñez ajudou Chapo a realizar a sua primeira fuga da prisão há 17 anos e, segundo muitos, era o seu sucessor no Cartel de Sinaloa, considerada a maior e mais violenta organização de narcotráfico do mundo. Para além disso, está ligado ao homicídio do jornalista mexicano Javier Valdez

"El Licenciado" foi extraditado para os Estados Unidos a 6 de julho, depois de ter sido acusado em dezembro de 2016 de importar ilegalmente para o país "quantidades significativas de narcóticos" entre 2003 e 2016.

Após a sua captura, em maio de 2017 na Cidade do México, o procurador-geral interino do México, Alberto Elías Beltrán, considerou López Núñez uma possível "testemunha-chave" no julgamento contra Guzmán, que começou este mês em Nova Iorque.

Segundo o Departamento de Tesouro dos Estados Unidos, "El Licenciado" chegou a ser um grande substituto de Chapo depois de ajudá-lo a fugir da prisão de segurança máxima de Puente Grande, no centro do México, em 2001. López Núñez era então subdiretor dessa prisão.

Chapo, que depois dessa fuga permaneceu 13 anos foragido, foi detido novamente no início de 2014, embora tenha conseguido fugir pela segunda vez em meados de 2015. As autoridades recapturaram-no em janeiro de 2016 e extraditaram-no um ano depois para os Estados Unidos, onde o seu julgamento começou a 13 de novembro sob fortes medidas de segurança.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.