“As conversações entre a União Europeia (UE) e o Reino Unido sobre um acordo de saída continuam em curso e ainda não terminaram”, disse um porta-voz do vice-primeiro-ministro irlandês, citado num comunicado.

Segundo o mesmo porta-voz do democrata-cristão Simon Coveney, os negociadores “continuam em contacto” e “um conjunto de assuntos continuam pendentes”.

“Não vamos fazer mais comentários sobre informações avançadas pelos ‘media’. Estamos numa fase em que ainda não há acordo”, insistiu a mesma fonte.

Por sua vez, o porta-voz do primeiro-ministro irlandês Leo Varadkar indicou que, até ao momento, Dublin não tinha sido “informado oficialmente" sobre o compromisso alcançado com Bruxelas.

Um porta-voz da primeira-ministra britânica Theresa May anunciou hoje à tarde que um esboço do acordo de saída do Reino Unido da UE tinha sido alcançado esta terça-feira em Bruxelas e que esse compromisso a nível técnico será avaliado na quarta-feira num Conselho de Ministros "para decidir os próximos passos".

"O Conselho de Ministros vai reunir-se às 14:00 horas de amanhã [quarta-feira] para apreciar o rascunho do acordo que as equipas negociadoras alcançaram em Bruxelas e para decidir os próximos passos", adiantou.

A mesma fonte vincou ainda que os ministros "foram convidados a ler a documentação antes da reunião".

Momentos antes desta confirmação oficial do executivo liderado por Theresa May, os ‘media’ ingleses e irlandeses noticiaram que Londres e Bruxelas tinham chegado a um compromisso técnico sobre o texto definitivo do tratado sobre a saída britânica do bloco comunitário.

A estação pública irlandesa avançou que as duas partes tinham encontrado uma solução sobre o futuro da fronteira entre as duas partes da Irlanda, que tem sido o principal bloqueador das negociações do ‘Brexit’.

O canal referiu que essa solução inclui uma salvaguarda para evitar o restabelecimento de uma barreira física entre a província britânica da Irlanda do Norte e a República de Irlanda, após a saída do Reino Unido da UE.

O Reino Unido vai deixar a UE em 29 de março de 2019, dois anos após o lançamento oficial do processo de saída, e quase três anos depois do referendo de 23 de junho de 2016 que viu 52% dos britânicos votarem a favor do 'Brexit'.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.