O regulamento do incentivo apenas foi publicado a 2 de agosto, mas são contemplados todos os bebés nascidos desde o primeiro dia do ano.

Nesta primeira entrega, os apoios totalizam 13.500 euros, “mas já há outros processos em análise”.

O incentivo à natalidade foi um compromisso assumido no Plano e Orçamento para 2016, tendo para o efeito sido inscrita uma verba de 50 mil euros.

O objetivo é combater a desertificação do concelho.

De acordo com os Censos, em 2011 o concelho de Cabeceiras de Basto tinha 16.710 habitantes, menos 1.136 do que em 2001.

O pico da população registou-se em 1950, com 21.888 habitantes.

Segundo um comunicado municipal, o incentivo à natalidade “vem reforçar os já existentes apoios às famílias, que anualmente rondam os milhares de euros”.

Entre esses apoios, a redução do imposto municipal sobre imóveis (IMI), de acordo com o número de filhos de cada agregado familiar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.