A autarquia deu conta da decisão nas redes sociais e apelou à população para que as regras decretadas pelo governo sejam respeitadas.

"A medida é uma resposta das forças de segurança à anormal afluência nesse local verificada durante o dia de ontem, primeiro sábado de confinamento geral", lê-se no comunicado.

A decisão tem como intuito garantir a segurança de todos. Assim, a Câmara Municipal assinala que, numa ação coordenada pela Capitania do Porto de Cascais e pela Divisão de Cascais da PSP, com a colaboração da Polícia Municipal, os acessos ao Paredão foram interditados.

Entre as medidas que estarão em vigor até 30 de janeiro estão restrições à circulação da população, obrigatoriedade do teletrabalho e encerramento do comércio, com exceção dos estabelecimentos de bens e serviços essenciais.

As regras gerais passam por ficar em casa, limitar os contactos ao agregado familiar, reduzir as deslocações ao essencial, usar máscara de proteção, manter o distanciamento físico, lavar as mãos e cumprir etiqueta respiratória.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.