De acordo com dados preliminares divulgados hoje pelo Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros da província do Cuando Cubango, a situação afeta sobretudo os municípios de Menongue, Cuchi, Cuito Cuanavale e Dirico.

Nos primeiros três meses de 2018, nestes quatro municípios, as chuvas destruíram totalmente 113 casas, afetando 670 famílias.

Os serviços de Proteção Civil no Cuando Cubango identificaram ainda, no mesmo período, 719 casas parcialmente destruídas pelas chuvas, afetando mais 4.300 pessoas.

Apesar da dimensão da destruição, os prejuízos ascendem a cerca de 8,3 milhões de kwanzas, o equivalente a pouco mais de 30.000 euros, tendo em conta os materiais básicos utilizados para a construção das casas. Normalmente sem recurso a cimento ou tijolo, devido ao preço desses materiais.

A época das chuvas em Angola arrancou em finais de agosto passado e prolonga-se ainda até ao mês de maio.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.