A imagem circulava nas redes sociais no domingo: um posto de combustível repleto de pessoas em busca álcool, num cenário em que não se respeitavam as normas de segurança exigidas pela Direção-Geral da Saúde.

A situação aconteceu no Estoril, no concelho de Cascais ,e não passou ao lado da autarquia que, na segunda-feira, emitiu um despacho que proíbe a venda de bebidas alcoólicas entre as 20h e as 8h00 nestes locais.

"Assinei hoje o despacho n.35/2020 que suspende a venda de bebidas alcoólicas a partir das 20h00 nos postos de combustíveis a fim de evitar concentrações nos mesmos, em especial após o encerramento às 23h00 de bares e cafés nas proximidades", escreveu Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, na sua página de Facebook.

No despacho é afirmado que a "venda de bebidas alcoólicas naqueles locais, tem vindo a proporcionar ajuntamentos no exterior daqueles estabelecimentos, não raras vezes superior ao permitido bem como desacatos originados pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas".

O documento refere ainda que o desrespeito pela norma determinada, e que vigorará enquanto durar o estado de calamidade, pode ter como consequência o encerramento temporário do espaço.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.