"Brevemente, no recinto interno e externo do edifício estará patente uma campanha de sensibilização e informação visual, com recurso à utilização de diversos suportes gráficos por forma a demarcar o hospital como uma instituição 100% livre de fumo de tabaco", anunciou o CHCB em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

Segundo o CHCB, a proibição de fumar, que obviamente já existe dentro do edifício, será alargada às zonas mais próximas da entrada, de modo a evitar que o fumo possa infiltrar-se no ar interior, estando ainda prevista a criação de zonas para fumadores, que ficarão suficientemente afastadas das áreas que constituem risco de contaminação do ar interno.

"Também com o objetivo de eliminar o risco de contaminação do ambiente interior do hospital, serão colocadas no piso junto às entradas do CHCB barras de sinalização a limitar o espaço a partir do qual não será permitido fumar. As entradas do edifício interior serão monitorizadas por filtros medidores dos níveis de nicotina ambiental", acrescenta a nota.

De acordo com o referido, esta campanha está inserida num projeto mais lato de "capacitação em controlo e prevenção do tabagismo", que engloba o Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia e a Faculdade de Ciências da Saúde - UBI, sendo liderado pelo Instituto Catalão de Oncologia e financiado pela "Global Bridges Health Care Alliance for Tobacco Dependence Treatment", uma parceria entre a Mayo Clinic e a American Cancer Society.

Este projeto também prevê uma forte aposta na formação, com a implementação de um programa de formação para a abordagem clínica e aconselhamento do tabagismo, em formato e-learning, destinado a cerca de 400 profissionais de saúde e cuja finalidade passa por capacitá-los para a "intervenção clínica breve sistemática de cessação tabágica, segundo os moldes do aconselhamento, motivação e encaminhamento para consulta especializada".

"Serão também disponibilizados, nas áreas de internamento, guias de intervenção clínica, a implementar junto à cabeceira dos doentes", aponta a informação desta unidade de saúde sediada na Covilhã, distrito de Castelo Branco.

O CHCB também tem há vários anos o programa "CHCB Respira Bem: + Saúde - Tabaco, que oferece consultas de cessação tabágica a todos aqueles que pretendam deixar de fumar, isentas de taxa moderadora, com possibilidade de marcação em horário flexível alargado ou pós-laboral e com comparticipação de fármacos da área.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.