“Esta é uma das maiores apreensões de drogas na história dos EUA”, disse o procurador federal de Filadélfia, William McSwain, que escreveu na rede social Twitter que “tal quantidade de cocaína poderia matar milhões de pessoas”.

A quantidade de cocaína apreendida tinha um valor de mercado de mais de 1.000 milhões de dólares (893 milhões de euros), de acordo com o gabinete do procurador federal de Filadélfia.

A tripulação do navio foi presa e acusada, estando a decorrer uma vasta investigação.

A droga estava escondida em sete contentores no cargueiro “MSC Gayane”, que estava ancorado na zona portuária de Filadélfia, no rio Delaware, segundo noticiaram diversos media locais.

O navio estava de partida para a Europa, tendo já efetuado paragens no Chile, Panamá e Bahamas.

Imagens da televisão local mostraram veículos da Agência de Proteção Aduaneira parados no cais do porto do sul de Filadélfia e quatro agentes a subirem a bordo do grande porta-contentores.

Esta operação realizou-se numa ocasião em que as apreensões de drogas efetuadas no nordeste dos Estados Unidos têm atingido níveis recorde nos últimos meses, caso de Filadélfia, Nova Iorque e Nova Jersey.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.