Segundo dados oficiais do Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE), a coligação AMP obteve 285.534 votos, à frente da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin), que obteve 198.745 votos, ou 34,33% do total.

Em terceiro surge o Partido Democrático (PD) com 45.884 votos ou 7,93%, e a Frente de Desenvolvimento Democrático (FDD), com 32.706 votos e 5,65 do total%.

Apenas estes partidos estão, para já, acima da barreira de 4% dos votos, necessária para conseguir eleger deputados.

Se estes resultados se mantivessem, a AMP teria uma maioria absoluta de 34 lugares no Parlamento Nacional, de 65 lugares. Atualmente, os partidos que compõem a AMP têm 35 assentos no parlamento timorense.

A Fretilin manteria os seus 23 deputados, o PD perderia dois lugares, para cinco, e a FDD estrear-se-ia com três.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.