Somos criaturas inerentemente sociais, dependentes das conexões que realizamos todos os dias, e a pandemia da COVID-19 apenas intensifica esta nossa necessidade. Em tempos de crise, devemos refletir sobre a maneira como abordamos as nossas conexões de forma a enfatizar a nossa humanidade. Continuar a construir relações é essencial para dinamizar, inovar e criar soluções para os desafios sem precedentes que estamos a enfrentar.

O distanciamento social pode ser uma barreira, mas não irá acabar com a nossa capacidade de fazer networking. A tecnologia será a nossa grande aliada nesta batalha, pois permite-nos criar novas relações, manter as que tínhamos e até fortalecê-las virtualmente. Tal como afirma Rosina Racioppi, CEO da Women Unlimited, na revista Fortune, o único obstáculo à construção de uma rede de relações genuínas é o facto de as pessoas, principalmente as que começaram a trabalhar remotamente, se esquecerem de o fazer.

Aqui apresentamos algumas dicas para continuar a ser relevante na sua rede e para se manter conectado e pronto para fazer networking da forma mais eficaz.

Não hesite em abordar novos contactos

De acordo com os dados da PresentVoices, citada pela Forbes, 75% das pessoas têm tanto receio de fazer networking como de falar em público. Esta pode ser uma boa oportunidade para melhorar as suas competências de networking e procurar sentir-se mais à vontade com esta prática. É através de conversas e interações com várias comunidades que podemos descobrir uma vaga de emprego, obter conselhos profissionais, encontrar mentores e conhecer pessoas que admiramos.

Interaja de forma autêntica e utilize os seus conhecimentos e competências para ajudar as pessoas da sua comunidade. Neste momento, é importante sermos úteis e procurarmos novas maneiras de adquirir mais conhecimentos. Kelly Hoey, uma perita em networking, afirma, citada pela Forbes, que, quando respondemos às necessidades imediatas de outras pessoas, é muito mais provável que elas estejam lá para nós nos nossos momentos de necessidade. Por isso, ajude quem puder agora, pois, com o tempo, essas conexões poderão ser úteis quando surgir a oportunidade certa.

Redefina a sua marca pessoal

É importante ter em mente que o nossos perfis de LinkedIn, Twitter, Instagram e outras plataformas de redes sociais dizem muito sobre nós. Agora que temos tempo, é altura de agir e fazer o que andamos a adiar. Faça lives no Facebook. Carregue novos conteúdos no Instagram. Crie um site profissional para si próprio. Promova-se a si, aos seus colegas e às organizações que admira. Redefina a sua marca pessoal com o conteúdo que deseja.

O LinkedIn é uma ferramenta fundamental para networking. Supondo que, como grande parte de nós, não atualiza o LinkedIn desde a última vez que procurou emprego, esta é uma boa altura para verificar se o seu perfil está atualizado, solicitar recomendações aos seus contatos, participar em grupos do seu interesse e comentar as publicações de outros profissionais.

As videochamadas também são opções válidas

Agora que grande parte das reuniões presenciais está fora de questão, a maioria das pessoas, além de recorrer às plataformas de texto para comunicar, também está a aprender a utilizar e a otimizar o uso das plataformas de vídeo mais recentes, como o Zoom e o Microsoft Teams. Se existe alguém com quem quer discutir um assunto, aborde essa pessoa virtualmente e agende uma reunião com ela. Racioppi, citada pela Fortune, observa que muitas pessoas decidem não abordar alguém cujo trabalho admiram por medo de rejeição ou simplesmente por se sentirem relutantes em ocupar o tempo e a atenção de outra pessoa. Contudo, afirma também que nunca se deve assumir um não, pois a maioria das pessoas é recetiva a estes pedidos.

Não troque o velho pelo novo

Além de criar novas relações, não nos devemos esquecer de fortalecer as que já tínhamos e que, por motivos de agenda, foram enfraquecendo ao longo do tempo. Michael Roderick, criador do podcast “Access to Anyone”, chama a este fortalecimento de relações passadas “missão de resgate”. Sabe aquelas mensagens no LinkedIn com resposta pendente há meses? Ou aqueles emails antigos que nunca chegaram a ser respondidos? Esta é uma ótima altura para reservar algum tempo para recuperar estas conexões com que foi perdendo o contacto.

Distanciarmo-nos irá ser fundamental para controlar a propagação do vírus. Contudo, não precisamos de nos resignar ao distanciamento social, apenas ao distanciamento físico.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Um artigo do parceiro

A Startup Portugal, responsável pela promoção da estratégia nacional para o empreendedorismo, desenvolve iniciativas próprias que suportam as startups desde a fase da ideia à fase de implementação e internacionalização. Agora, une-se ao SAPO24 e ao The Next Big Idea para trazer semanalmente uma série de artigos sobre tendências e notícias à volta do mundo das startups e não só.