Segundo o manual de procedimentos de utilização e funcionamento do parque desportivo regional, enviado no início do mês pela Direção Regional de Desporto aos clubes, a que a Lusa teve hoje acesso, “é permitida a presença de público até ao limite máximo de 10% da lotação dos espaços destinados ao público”.

“A organização destas competições desportivas deve levar em consideração o risco da mesma, garantindo o respeito pelas normas federativas em vigor e sua adaptação às medidas e recomendações definidas pela Direção Regional da Saúde”, ressalva a direção que tutela o desporto.

O documento cita as orientações emanadas de uma circular informativa da Direção Regional da Saúde, que autoriza a presença de público nos eventos desportivos, desde que “garantida a existência de circuitos de entradas e saídas próprias e separados de forma bem definida”.

Na circular é assinalada a exigência do uso de máscara por parte de “todos os espetadores” e a implementação de medidas de “distanciamento físico que garantam a separação de dois metros entre espetadores”.

“Deve ser garantida pelo promotor a existência mínima de dois lugares de intervalo entre cada lugar ocupado (exceto se coabitantes)”, acrescenta a nota.

A Direção Regional da Saúde assinala que o promotor dos jogos “deve assegurar a existência” de um registo dos espetadores que assistiram à competição, que deve “manter em sua posse durante 14 dias”, para “efeitos de eventual vigilância epidemiológica”.

No passado fim de semana, o Angrense, clube do campeonato regional dos Açores, organizou um torneio particular com outros três clubes que contou com a presença de adeptos nas bancadas.

A medida abrange todas as competições nas diferentes modalidades e nos vários escalões nos Açores, à exceção da equipa sénior do Santa Clara, que inicia a I Liga de futebol no domingo, em casa, frente ao Marítimo.

No caso dos jogos da equipa açoriana, a Autoridade Regional de Saúde esclareceu, numa missiva enviada ao próprio clube, que devem ser cumpridas as orientações da Liga Portuguesa de Futebol Profissional e da Direção-Geral da Saúde, que não autoriza a presença de público nos eventos desportivos.

Também no fim de semana arranca o Campeonato de Portugal, com a realização de um jogo na ilha Terceira, a receção do Fontinhas ao Estrela da Amadora, tendo o clube da Praia da Vitória já anunciado o início da venda de bilhetes para o encontro na rede social Facebook.

Na segunda-feira, o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, afirmou, em relação à presença de público nas bancadas, que "o Governo continuará empenhado em permitir o regresso à normalidade possível das modalidades desportivas e do futebol”, mas que “as autoridades de saúde não abdicam de usar todos os meios legais e de saúde publica para limitar a propagação do vírus”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.