Em comunicado enviado às redações, Cláudia Marinho explicou que o cancelamento da reunião do executivo agendada hoje foi justificado, pelo presidente da câmara, com "o estado de emergência sanitária e não existência de assuntos urgentes".

A vereadora comunista adiantou ter manifestado a sua posição de "desacordo" a José Maria Costa, referindo que "tal reunião deveria ser realizada, no limite, dando uso a mecanismos que facilitam a comunicação não presencial".

"No período que atravessamos, em que a Câmara Municipal deve ter como prioridade a resposta às consequências económicas e sociais das medidas de prevenção e combate ao surto epidémico da covid-19 no concelho de Viana do Castelo, a CDU considera não ser admissível que se cancele uma reunião de um órgão com particulares responsabilidades nesta área", reforça.

A agência Lusa contactou o presidente da Câmara Municipal, mas José Maria Costa escusou-se a comentar o assunto.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 409 mortes, mais 29 do que na véspera (+7,6%), e 13.956 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 815 em relação a quarta-feira (+6,2%).

Dos infetados, 1.173 estão internados, 241 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 205 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado no dia 02 de abril na Assembleia da República.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.