A Agência de Controlo e Prevenção de Doenças da Coreia anunciou hoje que 633 dos casos foram identificados na área metropolitana de Seul, onde vive metade dos 51 milhões de pessoas do país.

As autoridades sul-coreanas suspenderam a flexibilização das medidas de distanciamento social na capital, com o aumento das infeções durante a semana passada.

Especialistas defenderam que uma flexibilização prematura do distanciamento social podia ter consequências desastrosas, uma vez que o país administrou as primeiras doses de vacinas a apenas 30% da população.

A Coreia do Sul registou 158.549 casos e 2.024 mortos desde o início da pandemia.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.949.567 mortos no mundo, resultantes de mais de 182,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.