Os serviços sanitários também notificaram mais 108 mortes atribuídas à pandemia desde sexta-feira, passando o total de óbitos para 79.208.

A incidência acumulada (contágios) continuou hoje a baixar, passando de 181 (terça-feira) para 174 casos diagnosticados por cada 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As comunidades autónomas com os níveis mais elevados são as do País Basco (372), Madrid (277), Aragão (270) e Navarra (248).

Nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais de todo o país 715 pessoas com a doença (789 na terça-feira), das quais 163 em Madrid, 139 na Andaluzia e 120 na Catalunha.
Por outro lado, desceu para 7.696 o número de hospitalizados com covid-19 (8.106), o que corresponde a 6,1% das camas, dos quais 1.991 pacientes estão em unidades de cuidados intensivos (2.038), o que corresponde a 20,1% das camas desses serviços.

Itália soma 7.852 novos casos e supera as 25 milhões de inoculações

 O número de novos casos da doença covid-19 revela um crescimento face aos indicadores do dia anterior (6.946), indicaram as autoridades, informando ainda que o país realizou, nas últimas 24 horas, mais testes de diagnóstico, num total de 306.744 contra os 286.428 efetuados na véspera.
Com o registo destes novos contágios, o país totaliza, até à data, 4.131.078 casos de pessoas que ficaram infetadas com o novo coronavírus (SARS-Cov-2), de acordo com o boletim informativo do ministério.

O país somou 262 óbitos nas últimas 24 horas (mais 11 em comparação a terça-feira), elevando para 123.544 o número total de mortes atribuídas à doença covid-19 no território italiano desde o início da crise pandémica, em fevereiro de 2020, de acordo com a mesma fonte.A pressão sobre os hospitais italianos mantém uma tendência de decréscimo e dos atuais 352.422 casos de covid-19 ativos em Itália, 16.272 estão hospitalizados, menos 721 em relação ao dia anterior, e destes 1.992 encontram-se em unidades de cuidados intensivos (UCI), menos 64 em comparação com a véspera.

O destaque do dia em Itália é o facto do país ter inoculado, até ao momento, mais de 25 milhões de doses da vacina contra a covid-19.
Até à data, 25.092.036 doses das distintas vacinas disponíveis em Itália foram administradas em todo o país.

Um total de 7.786.877 pessoas, cerca de 13,14% da população italiana, já têm o processo de imunização completo contra a covid-19.No que diz respeito às medidas restritivas aplicadas no país, que entrou na terceira semana de uma reabertura gradual, só três regiões italianas se encontram na chamada “zona laranja”, com restrições intermédias devido ao nível de risco de contágio ainda verificado: Vale de Aosta (norte), Sardenha (centro) e Sicília (sul).

Nenhuma região está “pintada” como "zona vermelha" (grau utilizado perante um nível elevado de contágio), ou seja, nenhuma zona do país está sujeita a um confinamento.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.