"O Governo vê com bons olhos algumas das matérias que foram apresentadas", disse Duarte Cordeiro durante o plenário da Assembleia da República que decorre esta tarde e em que estão a ser discutidas e votadas mais de 100 iniciativas dos vários partidos relacionados com a pandemia do novo coronavírus.

O governante referiu a proposta do Bloco de Esquerda que clarifica "quem é que é abrangido pela moratória dos créditos bancários" bem como o "dever de informação", e a do PCP sobre o alargamento das refeições escolares ao escalão B e a possibilidade de os filhos dos trabalhadores das IPSSS "poderem recorrer às escolas".

O Governo "não baixou a guarda na defesa da economia nacional", disse Duarte Cordeiro sublinhando que a legislação para enfrentar a crise tem sido "dinâmica" e que o executivo acompanha "em permanência" o impacto das medidas que vão sendo aprovadas.

O secretário de Estado agradeceu ainda ao parlamento por ter permitido ao Governo agendar e aprovar "com rapidez" as suas propostas relacionadas com a pandemia covid-19 e também os "contributos dos vários partidos".

"Não fechamos porta às melhorias que forem sendo necessárias", disse.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 82 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

Dos infetados, 1.211 estão internados, 245 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 196 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Além disso, o Governo declarou no dia 17 de março o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.