O posto, que está a funcionar das 18:00 às 23:00, de segunda-feira a sábado, resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Coimbra, que disponibiliza funcionários administrativos, e a Universidade, que assegura trabalhadores do seu laboratório de testagem, foi hoje anunciado.

No local, ainda antes de o posto ser inaugurado, já se formava uma fila à entrada, composta maioritariamente por estudantes.

“Vim para controlar a coisa e também para poder ir descansado a um jantar”, contou à agência Lusa Rui Magalhães, estudante de 18 anos.

Também Miguel, de 22 anos, que apenas soube do posto quando viu a tenda montada no centro da Praça da República, decidiu ser testado, para mais tarde poder “entrar nas discotecas”.

“Como vou depois no fim de semana para casa, quero ficar mais seguro”, acrescentou o estudante de engenharia informática.

O presidente da Câmara de Coimbra, José Manuel Silva, referiu que a decisão surgiu depois de as duas entidades constatarem que “os laboratórios e farmácias não estavam a conseguir responder à procura por força da imposição da testagem para entrar nomeadamente em locais de diversão noturna”.

“Durante o dia, temos as farmácias e laboratórios e, à noite, não havia de facto alternativas de fácil acesso. Criámos aqui, num local central e emblemático de Coimbra, a Praça da República, o centro da diversão noturna da juventude, para poderem ter acesso facilitado à testagem e poderem viver a noite de Coimbra, que é célebre no país”, frisou.

Segundo o autarca, o posto tem uma capacidade de 60 testes por hora e não tem, por agora, “uma data de encerramento”.

O posto vai funcionar “em função da necessidade e da evolução da pandemia”, esclareceu.

Para o reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão, esta solução garante que os estudantes podem fazer o teste à covid-19, “numa zona importante de diversão e restauração”, colmatando uma necessidade identificada.

O responsável realçou ainda que neste posto “não é preciso fazer marcação”.

O centro de testagem estará fechado entre os dias 24 e 25 e 31 de dezembro e 01 de janeiro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.