o porta-voz do Ministério da Saúde, Kianouche Jahanpour, declarou que oficialmente foram registados 2.111 novos casos de infeções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, totalizando 124.603 casos desde o início da pandemia.

Durante a sua comunicação diária na televisão, o porta-voz acrescentou que foram registadas 62 mortes no país, elevando o número total de 7.199 óbitos desde o início da pandemia.

Após o seu aparecimento em meados de fevereiro, o vírus espalhou-se rapidamente pelas 31 províncias do país.

“Dez províncias não registaram nenhuma morte (causada pelo novo coronavírus) nas últimas 24 horas e seis outras registaram apenas uma”, disse ainda o porta-voz do Ministério da Saúde iraniano.

No estrangeiro, mas também dentro do país, especialistas e autoridades suspeitam que os números oficiais sejam amplamente subestimados.

A província de Khuzestan (sudoeste) é a única que permanece classificada como “vermelha” – o nível mais alto de risco, de acordo com o código de cores adotado pelas autoridades para medir o risco de propagação do vírus -, segundo Jahanpour.

A situação é “estável” na maioria das outras províncias, disse o porta-voz.

Jahanpour alertou nos dias anteriores para uma deterioração da situação da saúde nas províncias de Lorestan (oeste), Khorassan Norte (nordeste), Kerman (sudeste), Sistan-Baluchistan (sudeste) e Kermanchah (oeste).

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 316.000 mortos e infetou mais de 4,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.