Desde o início da pandemia, Portugal já registou 4.209 mortes (+82) e 280.394 (+6.383) casos de infeção, estando ativos 82.241, mais 1.713 do que na quarta-feira.

A DGS indica que, das 82 mortes registadas nas últimas 24 horas, 43 ocorreram na região Norte, 26 na região de Lisboa e Vale do Tejo, seis na região Centro, quatro no Alentejo, duas nos Açores e uma no Algarve. Na região autónoma da Madeira não há qualquer óbito registado.

As autoridades de saúde têm em vigilância 81.367 contactos, menos 579 face a ontem, e foram dados como recuperados 4.588 doentes nas últimas 24 horas, num total acumulado de 193.944 desde o início da pandemia.

Estão internados 3.192 doentes (menos 59 do que ontem). Nos Cuidados Intensivos estão 516 pessoas devido à covid-19 (menos uma).

O boletim ao detalhe

O Norte continua a ser a região do país a contabilizar o maior número de casos e de novas infeções diárias, concentrando nas últimas 24 horas cerca de 53% dos novos casos de covid-19, seguido de Lisboa e Vale do Tejo.

Segundo o boletim, a região Norte contabiliza hoje mais 3.414 infeções, totalizando 146.543 casos e 1.985 mortos desde o início da pandemia.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 1.782 novos casos de infeção, contabilizando-se até agora 94.012 casos de infeção e 1.518 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 964 casos de infeção, contabilizando-se agora 27.419 e 537 mortos.

No Alentejo foram registados mais 87 novos casos, totalizando 5.663 e 106 mortos.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 85 novos casos de infeção, somando 5.036 casos e 44 mortos desde o início da pandemia.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 35 novos casos nas últimas 24 horas, somando 879 infeções detetadas e 17 mortos desde o início da pandemia.

A Madeira registou 16 novos casos nas últimas 24 horas, contabilizando 842 infeções e dois óbitos.

A DGS refere também que as autoridades de saúde têm em vigilância 81.367 contactos, menos 579 em relação a quarta-feira, e que foram dados como recuperados mais 4.588 doentes, num total acumulado de 193.944 desde o início da pandemia.

No boletim, a Direção-Geral da Saúde precisa que a 16 de novembro houve uma atualização do sistema de tecnologia de análise de dados provenientes do SINAVE (Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica), tendo sido atualizado o número cumulativo de casos confirmados e recuperados nessa data.

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 123.820 homens e 151.574 mulheres, de acordo com os casos declarados.

O boletim de hoje refere que há 5.000 casos confirmados de sexos desconhecidos que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de uma forma automática.

Do total de vítimas mortais, 2.181 eram homens e 2.028 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.