“Durante o último dia foram registados 6.852 novos casos em 85 regiões do país, sendo que 2.058 destas pessoas (cerca de 30%) são assintomáticos”, revelou o gabinete de crise que faz a gestão da emergência sanitária naquele país, citado pela agência EFE.

No principal foco do novo coronavírus na Rússia, na capital Moscovo, foram registados nas últimas 24 horas mais 750 casos.

Assim, o número total de casos de covid-19 em Moscovo é de 219.354.

A capital da Rússia registou ainda 20 mortes nas últimas 24 horas devido ao novo coronavírus, segundo revelaram dados oficiais.

Desde o início da pandemia, a Rússia já registou 8.959 mortos.

O número de recuperados aumentou também face ao dia anterior, com mais 9.200 pessoas curadas da infeção, elevando o total para 393.352.

As autoridades locais divulgaram ainda que em Moscovo foi dada alta a 1.850 pacientes ao longo das últimas 24 horas.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 490 mil mortos e infetou mais de 9,68 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (124.978) e mais casos de infeção confirmados (mais de 2,46 milhões).

Seguem-se o Brasil (55.961 mortes, mais de 1,27 milhões de casos), Reino Unido (43.414 mortos, mais de 309 mil casos), a Itália (34.708 mortos e quase 240 mil casos), a França (29.778 mortos, mais de 199 mil casos) e a Espanha (28.338 mortos, quase 248 mil casos).

A Rússia, que contabiliza 8.969 mortos, é o terceiro país do mundo em número de infetados, depois dos EUA e do Brasil, com quase 628 mil, seguindo-se a Índia, com mais de 500 mil casos e 15.685 mortos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.