À agência Lusa, a CP - Comboios de Portugal “confirmou a reposição da oferta na Linha do Oeste a partir do próximo dia 04 de novembro, estando previsto o reforço do parque de material circulante, com unidades 592”, automotoras a gasóleo alugadas à espanhola Renfe.

Estas composições operaram durante o verão na Linha do Douro e, com o fim dos comboios turísticos naquela linha em outubro, vão permitir à CP retomar a oferta de comboios e de horários na Linha do Oeste.

As alterações que vigoram desde 5 de agosto vieram adequar a oferta ao material circulante diesel disponível, admitiu a empresa, que tem composições avariadas e sem manutenção, um problema que tem obrigado a empresa a suprimir comboios.

Para a Comissão Para a Defesa da Linha do Oeste, as alterações vieram minimizar as avarias e as supressões de comboios que havia com mais frequência antes de 05 de agosto, mas reduziram os horários e a frequência de comboios na linha.

Neste sentido, a comissão tem vindo a pedir que seja lançado, com a maior celeridade, concurso para a aquisição de novo material circulante.

Questionada sobre o assunto, a CP informou que o concurso nacional “será lançado até ao final de 2018”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.