À margem de uma iniciativa sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, no parlamento, em Lisboa, Assunção Cristas foi instada pelos jornalistas a comentar as relações familiares no Governo, que têm vindo a público nos últimos dias.

Aos jornalistas, a líder centrista disse crer que, “neste momento, não há quem não se escandalize”.

“Quando nós olhamos para o organigrama do Governo e mais parece uma árvore genealógica, eu creio que todos ficam estupefactos”, salientou, apontando que “o Partido Socialista mostra aquilo que tem sido sempre quando governa: usa o Estado como se fosse a sua casa”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.