Será a segunda edição do Indiegente Live, marcada para o Lisboa ao Vivo, e que é apresentada como uma “experiência única em que os artistas se encadeiam uns com os outros”, ou seja, haverá partilhas de repertório em palco entre vários músicos.

O cartaz incluirá, por exemplo, a estreia dos Knot3, formados pela cantora Selma Uamusse e pelo guitarrista Toni Fortuna, e a celebração dos 30 anos de carreira do saxofonista João Cabrita.

Pelo palco irão passar ainda The Act-Ups, The Parkinsons, Vaiapaia, Algumacena – que junta Alex D’Alva Teixeira e Ricardo Martins -, Anarchicks, Bizarra Locomotiva, Dead Club, Manu De La Roche, Nancy Knox, Pista, Rui Maia e The Dirty Coal Train.

Estão previstas algumas parcerias, nomeadamente entre The Parkinsons e Rui Sidónio (dos Bizarra Locomotiva), entre Pista e Alex D’Alva Teixeira, entre as Anarchicks e Rui Maia e entre os Knot3 com João Cabrita.

O Indiegente Live tem curadoria de Nuno Calado, radialista que conduz o programa há 22 anos na rádio pública Antena 3.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.