“Até ao momento, o [debate] mais visto opôs Catarina Martins (BE) a Rui Rio (PSD), tendo atingido uma audiência média de 1,4 milhões de telespetadores a que correspondeu um ‘share’ de 26,1%” refere a Universal McCann (UM).

Este debate, transmitido pela SIC, “foi o programa mais visto daquele dia (05 de janeiro)”, adianta.

“A SIC Notícias emitiu o debate em simultâneo, observando uma audiência média de 156 mil telespetadores”, acrescenta a Universal McCann.

Dois dias antes, em 03 de janeiro, decorreu o frente a frente entre os líderes do Chega (André Ventura) e do PSD (Rui Rio), também transmitido pela SIC, o qual alcançou uma audiência média acima dos “1,2 milhões de portugueses e um ‘share’ de 24,4%”.

Este debate ocupa o segundo lugar dos mais vistos até ao momento.

A fechar o ‘top 3’, está o debate transmitido na quinta-feira na RTP1, que opôs o primeiro-ministro, António Costa, do PS, a André Ventura (Chega).

O frente a frente, moderado pelo jornalista João Adelino Faria, “agarrou aos ecrãs da estação de televisão pública mais de 1,2 milhões de telespetadores, ou seja, 23,4% dos portugueses que estavam a assistir naquele momento a televisão no lar, tornando-se no programa mais visto do dia”.

O debate entre António Costa e Jerónimo de Sousa (PCP), transmitido em 04 de janeiro pela TVI ficou em quarto lugar (audiência média de 1,12 milhões), seguido do confronto entre o primeiro-ministro e Rui Tavares (Livre), na RTP1, em 02 de janeiro.

“Olhando para os debates transmitidos em ‘Pay TV’ [canal pago], o debate emitido pela SIC Notícias que opôs Catarina Martins a André Ventura foi o mais visto (audiência média de 192 mil/’share’ de 4%), seguindo-se a André Ventura vs. Rui Rio (audiência média de 192 mil/’share’ de 3,6%), também na SIC Notícias, e André Ventura vs. Rui Tavares (audiência média de 188 mil/share de 3,8%), na CNN Portugal”, refere a análise da Universal McCann.

As eleições legislativas estão marcadas para 30 de janeiro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.