Todos os candidatos estarão hoje pelas 09:00 da manhã no ‘Debate das Rádios’ emitido em simultâneo pela TSF, Antena 1 e Renascença, em Lisboa, dividindo-se depois entre os que ficam pela capital e os que prosseguem a campanha pelo país.

A socialista Ana Gomes, apoiada por PAN e Livre, passará o dia em gravações de entrevistas, continuando com as já habituais sessões ‘online’, desta vez sob o tema “Justiça, Transparência, Corrupção”.

Nesta primeira sessão, marcada para as 18:00, Ana Gomes vai falar com o ex-ministro da Justiça socialista José Vera Jardim, o advogado Manuel Magalhães e Silva e a economista Susana Peralta. Numa segunda sessão digital, pelas 19:30, a ex-eurodeputada tem conversa marcada com membros do Instituto de Estudos Políticos e Associação de Estudantes de Direito da Universidade Católica.

Marisa Matias, candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda, ficará pela capital, tendo em agenda um encontro com uma trabalhadora da cultura, ao qual se juntará a coordenadora do BE, Catarina Martins.

O dia termina com um comício virtual, emitido do Cineteatro Capitólio, com participações do líder parlamentar bloquista Pedro Filipe Soares, da jornalista e escritora Pilar del Rio e da atriz Lúcia Moniz.

O candidato comunista João Ferreira segue do debate nas rádios para um contacto em Lisboa com trabalhadores da educação, na escola Secundária António Arroio, mas termina o dia em Leiria.

Ao fim da tarde o eurodeputado estará numa sessão pública na Marinha Grande, que contará com a presença do secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, e à noite Ferreira finaliza o dia com novo contacto com trabalhadores, desta vez com empresários da restauração, na Nazaré.

Já André Ventura vai rumar a Norte, onde tem marcado um almoço-comício pelas 13:00 no distrito de Viana do Castelo, continuando com visitas a uma fábrica de mobiliário e carpintaria em Lordelo e um centro empresarial em Paços de Ferreira. O dia do candidato apoiado pelo Chega termina com mais um “comício drive-in” na praia do Aterro, em Leça da Palmeira.

Tendo em conta o contexto pandémico no país, o liberal Tiago Mayan Gonçalves adaptou a campanha e vai reunir-se virtualmente com 18 empresários algarvios, de áreas como a agricultura, restauração, hotelaria, eventos ou ginásios, para “expor as suas ideias” de como é que o tecido empresarial algarvio poderia ser ajudado face às consequências da covid-19 e “dar voz” a estes trabalhadores.

Vitorino Silva, candidato mais conhecido por Tino de Rans e apoiado pelo RIR (Reagir, Incluir, Reciclar), tem a tarde de segunda-feira reservada para duas entrevistas, uma pelas 18:00 ao Novum Canal Regional e outra pelas 21:30 à rádio local ‘Toca a Dançar’ de Matosinhos.

Marcelo Rebelo de Sousa, atual chefe de Estado e recandidato, apoiado por PSD e CDS-PP, não divulgou agenda de campanha para hoje além do debate radiofónico.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena pandemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para 24 de janeiro e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976. A campanha eleitoral decorre até 22 de janeiro.

Concorrem às eleições sete candidatos, Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.