Após uma campanha agitada, uma arrecadação de fundos dececionante e sem conseguir destacar-se entre tantos candidatos, Harris, de 55 anos, informou os seus apoiantes da decisão via e-mail.

"A minha campanha para presidente simplesmente não tem as fontes de financiamento necessárias para continuar", revelou.

Harris torna-se, assim, a primeira das figuras democratas a sair da disputa pela nomeação. Ou seja, formalizada a saída, vão permanecer 15 candidatos na corrida.

Após uma campanha promissora iniciada em janeiro, a ex-procuradora da Califórnia teve problemas nos últimos meses para definir a sua posição em vários assuntos internos do país. Harris era também a única mulher negra na disputa para enfrentar Trump.

"Não sou multimilionária, não posso financiar a minha própria campanha", escreveu Harris. "E, à medida que a campanha avança, fica cada vez mais difícil arrecadar o dinheiro que precisamos para lutar", completou. 

Durante a sua campanha pelo estado de Iowa, Harris revelou que já havia tomado "uma das decisões mais difíceis" da sua vida "nos últimos dias". 

Natural da cidade californiana de Oakland, é filha de pai jamaicano e mãe indiana (já falecida).

Desde o início da sua carreira que acumulou títulos pioneiros. Após dois períodos como procuradora em São Francisco (2004-2011), cumpriu igualmente dois termos enquanto procuradora da Califórnia (2011-2017), tornando-se a primeira mulher, mas também a primeira pessoa negra, à frente dos serviços judiciais de um dos maiores e importantes estados dos EUA. 

Posteriormente, chegou ao Senado, em janeiro de 2017, tornando-se na primeira mulher de origem sul-asiática e a segunda senadora negra na história dos Estados Unidos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.