De acordo com a cadeia de televisão CNN, o objetivo desta proposta legislativa, que presumivelmente não será apoiada pela maioria republicana do Senado, é obrigar o Presidente norte-americano, Donald Trump, a divulgar as declarações fiscais dos últimos dez anos, um dos temas que mais tinta fez correr na última campanha presidencial.

Trump tem recusado repetidamente divulgar as declarações fiscais, quebrando décadas de tradição, argumentando que estão a ser auditadas pelas Finanças norte-americanas.

A proposta democrata abrange também os candidatos à vice-presidência dos Estados Unidos, indicaram as mesmas fontes.

Esta proposta, que não deverá ser aprovada pelo Senado, de maioria republicana, nem assinada por Trump, define uma das prioridades do novo Congresso, que arranca hoje.

Segundo os meios de comunicação social norte-americanos, os democratas estabeleceram ainda como prioritário para a nova legislatura questões relacionadas com o direito de voto, especialmente junto das minorias, e a questão da assistência médica no país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.