A notícia é avançada na edição desta segunda-feira do Jornal de Notícias (JN).

De acordo com o JN, desde que o Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral (PNPSO) foi lançado, em 2008, foram emitidos mais de sete milhões de cheques-dentista. Contudo, frisa a publicação, apenas cerca de cinco milhões foram utilizados.

A Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) pede uma reformulação urgente do programa e o Governo já tem programada uma auditoria — que só ainda não avançou por causa da pandemia.

Segundo os dados revelados pelo JN, a taxa de utilização do cheque-dentista anda perto dos 70%, embora a percentagem esteja em queda nos últimos anos.

Este tipo de cheques já permitiu que fossem atendidos 3,8 milhões de utentes (traduzidos em 20 milhões de tratamentos), na sua maioria crianças e jovens até aos 18 anos, mas também grávidas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.