O empresário Mike Green, antigo conservador e agora candidato do Partido do Brexit, é o favorito tendo em conta o desempenho do movimento nas eleições europeias naquela cidade do este de Inglaterra.

Nas eleições europeias, o partido liderado por Nigel Farage recolheu 38,3% votos, mais do dobro daqueles do partido Trabalhista, que se ficou pelos 17,2%, e dos Liberais Democratas (15,4%).

Ao todo, concorreram 15 candidatos, muitos dos quais independentes ou em representação de pequenos partidos a favor ou contra a saída do Reino Unido da União Europeia (UE).

O assento ficou vago após a destituição de Fiona Onasanya, a primeira deputada britânica a perder o lugar através de uma petição popular, desencadeada após a condenação por obstrução à justiça quando mentiu a propósito de uma multa por excesso de velocidade.

Onasanya foi condenada em janeiro a três meses de prisão e obrigada a usar uma pulseira eletrónica na Câmara dos Comuns, onde passou a apresentar-se deputada independente após a expulsão do partido Trabalhista.

A deputada foi eleita em 2017 por uma margem de apenas 607 votos, conquistando o lugar ao partido Conservador, numa região que em 2016 votou 61% a favor da saída da União Europeia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.