Nesta breve visita, ao final da tarde, antes do comício da noite em Viseu, António Costa começou por se reunir com o Conselho de Administração do Hospital de São João do Porto e depois deslocou-se às obras, que se iniciaram no passado dia 25, tendo um prazo de execução de 18 meses, e que deverá custar cerca de 27 milhões de euros.

O líder socialista começou por afirmar que acabou o tempo do atendimento às crianças em contentores e que, desde julho, estão instaladas no "interior do hospital em muito melhores condições".

"Durante muitos anos discutiu-se se o projeto era este ou aquele, finalmente houve decisão e agora temos a obra a andar - e é uma obra que não pode parar. Felicito o Conselho de Administração do Hospital de São João, na pessoa do professor Fernando Araújo, pela forma como tem sido capaz de desembrulhar nós górdios e tem retirado do papel aquilo que estava parado e vai ser concretizado", declarou.

Perante os jornalistas, António Costa manifestou-se satisfeito por o seu Governo ter concluído a legislatura "sem que aquilo que esteve parado tanto tempo se encontre agora em ação".

"Os projetos estão feitos, os concursos de empreitada foram tratados, os contratos foram assinados e a obra já começou", insistiu, depois de se referir à forma como "o país se emocionou" com as condições em que as crianças antes estavam instaladas na ala pediátrica do Hospital de São João.

"O que compete aos governos é, por um lado, evitar criar problemas e, por outro lado, é resolver os problemas. Esta solução para ala pediátrica do Hospital de São João é muito robusta e oferece garantias para os próximos 30 anos", sustentou o secretário-geral do PS.

Questionado se as obras apenas arrancaram por causa da proximidade de eleições, o líder socialista contrapôs que "mais conveniente era mesmo já ter sido possível inaugurar a obra".

"Foi necessário rever projeto e encontrar a solução financeira. Felizmente, a obra está a andar - uma obra que era reclamada há muitos anos e que todo o país ouviu falar como sendo uma obra urgente", respondeu.

Nesta visita, António Costa esteve acompanhado pelo cabeça de lista socialista no círculo do Porto, Alexandre Quintanilha, pelos ministros João Pedro Matos Fernandes e Mariana Vieira da Silva, bem como por deputados do PS como Fernando Jesus e Tiago Barbosa Ribeiro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.