Falando à margem de um almoço-debate organizado pela Confederação do Turismo de Portugal, no Porto, o social-democrata elogiou o trabalho “notável” do seu partido naquela ilha, sublinhando que quem lá vai é que percebe o porquê dos resultados nos últimos anos.

Rui Rio vincou que é preciso ter uma “obra fantástica” para o PSD ganhar tantas eleições como ganha naquele arquipélago.

Da opinião de que nada é eterno e acreditando que o desgaste vai ter de aparecer um dia, o presidente do partido não antecipou que esse desgaste surja agora.

Os madeirenses vão continuar a seguir o princípio de que "em equipa que ganha não se mexe", previu.

Em jeito de recado, Rui Rio disse que os portugueses do continente podiam ver, aquando da votação para as eleições legislativas, que o PSD é capaz de fazer cá o que faz na ilha.

As eleições regionais legislativas da Madeira decorrem no domingo, com 16 partidos e uma coligação a disputar os 47 lugares no parlamento regional.

PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR são as 17 candidaturas validadas para estas eleições, com um círculo único.

Nas regionais de 2015, os sociais-democratas seguraram a maioria absoluta - com que sempre governaram a Madeira - por um deputado, com 24 dos 47 parlamentares.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.