"Parece que as quatro vacinas autorizadas na UE protegem contra todas as variantes, incluindo a Delta", pode ler-se numa publicação na rede social Twitter, especificando ainda que os dados existentes sugerem que "duas doses de vacinas protegem contra a variante Delta" e que "os anticorpos das vacinas aprovadas neutralizam esta variante".

Em conferência de imprensa, Marco Cavaleri frisou que estudos com pessoas vacinadas mostram que a vacinação completa protege contra a variante Delta do vírus SARS-CoV-2 e os dados dos laboratórios mostram também que as vacinas aprovadas conseguem neutralizar esta variante.

"Todos os estudos dos laboratórios serão analisados pela EMA para permitir concluir o nível de proteção das várias vacinas contra as variantes" que circulam na Europa, assegurou o chefe da estratégia de vacinas da EMA, que apelou às farmacêuticas para manterem uma vigilância apertada sobre a eficácia das suas vacinas face a novas estirpes do coronavírus.

Marco Cavaleri considerou também “muito importante” que as pessoas vulneráveis, em especial, os idosos, “sejam vacinadas o mais rápido possível, tendo em conta a potencial onda da variante Delta” que deverá espalhar-se pelo continente europeu nas próximas semanas.

Sobre o uso de diferentes vacinas nas duas doses, a agência frisa que "atualmente não pode fazer uma recomendação", mas que está a acompanhar os estudos existentes em Espanha, Alemanha e Reino Unido, que "mostram boa resposta imunológica e sem preocupações de segurança".

É ainda referido, numa outra publicação na rede social, que está a ser discutido "o uso potencial de uma dose de reforço" da vacina, não sendo ainda claro se esta será de facto necessária. Neste sentido, a EMA explica que está a ser estudada a resposta imunológica de uma terceira dose ou de uma segunda no caso do fármaco da Janssen. Os resultados deverão ser conhecidos durante o verão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.