O Ministério Público da Guarda emitiu um mandado de detenção europeu para o homem suspeito de ter assassinado duas pessoas em Aguiar da Beira, no dia 11, confirmou à agência Lusa uma fonte da Polícia Judiciária (PJ).

“É um procedimento normal nestas situações. É habitual”, disse a mesma fonte, explicando que a emissão deste mandado, que aconteceu “há vários dias”, compete ao Ministério Público que tutela o processo, neste caso o da Guarda.

O mandado de detenção europeu é uma decisão judiciária emitida por um Estado-membro para detenção e entrega, por outro Estado-membro, de uma pessoa “procurada para efeitos de procedimento criminal ou para cumprimento de uma pena ou medida de segurança privativas da liberdade”, segundo o Ministério Público.

Pedro Dias está desaparecido desde 11 de outubro, dia em que dois militares da GNR foram atingidos a tiro, em Aguiar da Beira, no distrito da Guarda. Um morreu e outro ficou ferido.

Na mesma madrugada, um homem morreu e a mulher ficou gravemente ferida, também alvejados a tiro na viatura em que seguiam.

Desde essa altura que está em curso uma caça ao homem conhecido como “Piloto”, que terá depois furtado uma viatura em Arouca, após ter agredido duas pessoas, ao volante da qual foi visto por uma patrulha da GNR na aldeia de Constantim, junto a Vila Real.

Desde essa altura, domingo dia 16 de outubro, em várias aldeias de Vila Real e Sabrosa foram relatados avistamentos, feitas denúncias de furtos e foram surgindo vestígios que as autoridades investigam se estão relacionadas com o suspeito.

Na segunda-feira foi denunciado o furto de um jipe numa quinta de Celeirós do Douro, Sabrosa, que poderá ter acontecido durante o fim de semana, e onde estiveram a autoridades envolvidas nas buscas do foragido de Aguiar da Beira para apurar se haverá ligação entre os dois casos.

Esta quarta-feita, Pedro Dias terá sido avistado em Xinzo, província de Ourense, Galiza, Espanha. A informação foi avançada pelo jornal espanhol La Región.

Em declarações à agência Lusa, o responsável do governo espanhol em Ourense adiantou que "a Guardia Civil tem seguido todas as pistas reportadas por pessoas que na região afirmam ter avistado o indivíduo" mas referiu que "até ao momento não há certezas da sua presença em território espanhol".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.