A empresa, cuja página foi lançada hoje (moovt.pt), vai trabalhar na área da consultoria, especializada em acessibilidade arquitetónica, digital e para documentos digitais e impressos.

Fundada por uma pessoa com deficiência, em Coimbra, a moov.t tem como objetivo "criar um Portugal mais acessível para pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e com dificuldades funcionais", explica uma nota de imprensa enviada à agência Lusa.

"Para usufruir de uma vida plena, preciso que os espaços públicos, equipamentos coletivos, edifícios públicos e edifícios habitacionais sejam acessíveis. Para outras pessoas, com limitações cognitivas e sensoriais, o acesso à informação, a produtos e serviços acessíveis é fundamental", defende a fundadora da empresa, Filipa Bento, citada na nota.

Segundo informação da empresa, a moov.t nasceu no Bootcamp do projeto TEC - Transformar, Empreender, Criar e, em simultâneo concorreu à edição de 2017 do concurso Acredita Portugal, do Montepio, onde esteve entre os semifinalistas.

"Prestamos serviços de consultadoria em acessibilidade arquitetónica, web e digital e comunicacional e fazemos a avaliação e certificação arquitetónica, web e digital e documental", esclarece a moov.t, sublinhando que se estima que haja um milhão de deficientes em Portugal.

De acordo com a nota de imprensa, a moov.t é a única empresa que faz avaliação e certificação de acessibilidade arquitetónica e de acessibilidade de ‘websites’, aplicações móveis e outros meios digitais.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.