Uma delegação do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) reuniu-se com a administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte, que ficou de enviar uma resposta entre hoje e sexta-feira, de acordo com a enfermeira Isabel Barbosa.

“O compromisso do conselho de administração foi de ponderar a contagem dos pontos nos exatos termos que o sindicato defende”, declarou no final do encontro a representante do SEP.

Segundo a mesma fonte, o objetivo é que os enfermeiros não sejam discriminados. “Neste momento, na grande maioria do país, não estão a ser contados corretamente (os pontos). Estamos a pouco e pouco a conseguir a contagem correta em várias instituições, neste momento já são 20”, declarou.

A iniciativa vai decorrer noutros hospitais. Nesta instituição, indicou, há cerca de 1.800 enfermeiros. Pelo menos dois terços não estará a receber a correta contagem, uma vez que existem 1.200 contratados com contratos individuais de trabalho, indicou. “Nenhum deles estava a ser considerado para o efeito de progressão na carreira”, referiu.

A diferença resulta em perdas salariais de 200 a 400 euros por mês, indicou a sindicalista.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.