A polícia indicou que a apreensão foi feita na inspeção de um contentor com bananas para exportação, no porto da cidade de Guayaquil (sudoeste), indicou, no sábado, na conta na rede social Twitter.

Durante a inspeção do contentor, um cão da brigada antinarcóticos alertou para 31 sacos de juta escondidos em caixotes de bananas, referiu.

A polícia disse ter encontrado 2,461 embalagens retangulares com o narcótico e, assim, colocou “24,585,390 doses fora de circulação”.

No fim de semana passado, a polícia apreendeu quase três toneladas de cloridrato de cocaína, escondidas num carregamento de ananases, com destino ao porto de Antuérpia, na Bélgica.

Neste caso, a polícia encontrou 45 sacos de juta preta com 3.096 embalagens retangulares, num contentor, também em Guayaquil.

O chefe da Unidade de Investigação Antinarcóticos, Darwin Sangoquiza, informou que alguns dias antes desta descoberta, tinham realizado três operações antidroga que levaram à apreensão de cerca de sete toneladas de cloridrato de cocaína destinado aos Países Baixos, à Suécia e à Bélgica.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.